Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2005

Lençol de papel

um silvo vibrado com a funda
cai certeiro no sossego do papel

é a solidão do lençol que se parte
quando um poema se aproxima

então basta remar
para que o meu barco se eleve nos ares

que mar já não há aqui que se possa descobrir



(c)Todos os Direitos Reservados LFMarques às 01:04
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Anónimo a 3 de Março de 2005 às 11:56
É com prazer que li o teu comentário, Luís :-)
Eu começo a ficar sem palavras para comentar os teus poemas... ;-) Sao todos de muito boa qualidade. Um blog destes nao é todos os dias, é raro mesmo - já o disse anteriormente.
Escrever assim nao é dado a toda a gente.
Em tempos, escrevinhava uns sonetos, até bem torneados, vá-se lá dizendo, mas, de um dia para o outro, tudo sumiu! É que nao dou uma para a caixa agora!
Contento-me com a prosa, tal e qual a vida... :-)
Mas quem tem o dom de cultivar este género tao belo que é a poesia, chapéu! Realmente, nao é dom concedido a toda a gente.
Hoje em dia, tende-se a ver a poesia por um prisma positivista, racionalista, estruturalista, enfim... Por mim, vejo-a como a viam os homens do Renascimento: um dom divino.
Grande beijinho.Virgínia Dostoiévski
(http://diariodavirginia.blogs.sapo.pt)
(mailto:virginiadostoievski@sapo.pt)


De Anónimo a 1 de Março de 2005 às 18:57
...:)...*Virgínia Pedras
(http://semipoetisa.blogs.sapo.pt)
(mailto:gina_pedras@yahoo.com)


De Anónimo a 1 de Março de 2005 às 08:59
Realmente.(rs).Luis só mesmo tu e a tua poesia. Um lençol de papel e um barco a voar...invr´vel....essa tua imagição ! Parabéns conseguiste escrever um belissímo poema e diferente dos comuns. Bjsdocerebelde
(http://docerebelde.blogs.sapo.pt)
(mailto:docerebelde@hotmail.pt)


De Anónimo a 1 de Março de 2005 às 03:23
Gostei muito deste Lençol... Beiju*lina
(http://acordomar.blogs.sapo.pt)
(mailto:linahopes@msn.com)


De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2005 às 14:29
Não há mar, mas há outros egredos por desvendar, os segredos da nossa imaginação que nos leva nas vagas do pensamento navegando por céus e voando por terras....Gosto tambem de poucas palavras, quando as mesmas dizem muito, pelo menos a mim, pois só o autor saberá com que intenções as escreveu e nem sempre o que parece...é. 1 beijinhoViceversa1000
(http://Diario365.blogs.sapo.pt)
(mailto:Viceversa1000@sapo.pt)


De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2005 às 13:38
Olá, finalmente. Resta-me comentar quando ainda há poucos comentários senão não visualizo o enviar. Coisas estranhas, serei só eu??? Quanto ao post, é bonito a forma como te expressas em metáforas, mas a poesia é assim, quer por vezes dizer o que não está escrito e sim o que a nossa alma lê. Beijinhos e obrigada pelas visitas ainda que só por vezes c/ o tal:):):). Vale sempre.PlantaCarnívora
(http://Aseivadosolidadgo.blogs.sapo.pt)
(mailto:seivadosolidago@sapo.pt)


De Anónimo a 28 de Fevereiro de 2005 às 04:32
Ai, Luís, este encheu-me as medidas... Não cito frase nenhuma, pois teria que citar tudo. Parabéns, está belíssimo! Beijo grande :)Carla
(http://papoilasdoces.blogs.sapo.pt)
(mailto:cferreirapedro@sapo.pt)


Comentar post


. ver perfil

. seguir perfil

. 11 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.links

.posts recentes

. Chá de hibisco ( III )

. Chá de hibisco ( II )

. Chá de hibisco ( I )

. Família feliz

. A caminho do mar

. O Vermelho da Rosa

. O Vulcão das Metáforas

. Todas as Palavras (VII)

. Todas as Palavras (VI)

. Todas as Palvras ( V )

. Toda as Palavras ( IV )

. Todas as Palavras ( III )

. Todas as Palavras ( II )

. Todas as Palavras ( I )

. Chegou o calor.

. Aplausos e pateadas!

. Loucura

. Falta de fé!

. Um novelo uma Rosa

. Onde fica?

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Março 2017

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Agosto 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

.tags

. todas as tags

Number of online users in last 3 minutes
Locations of visitors to this page
SAPO Blogs

.subscrever feeds