Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2005

Orvalhos intemporais ( 2 de 4 )

converti-me a estes mornos encontros matinais
porque a vida é uma conversão contínua
a tudo quanto quisermos acreditar
creio que o frio quando o tenho se fez só para mim
suporto por isso os obscuros rigores do nevoeiro
e aceito a predestinação nómada dos meus dias
mesmo quando a cada hora não sei da seguinte
sou esperançoso esperança trago eu sempre comigo
quando meço a rotação dos tempos pelas translações lunares
sejam elas novas escuras indiferentes e gélidas
seja a noite cheia de lume e vazia de medos e escuridões.



(c)Todos os Direitos Reservados LFMarques às 00:02
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2005 às 11:11
Está lindo. ;)João
(http://poetasamigos.blogs.sapo.pt)
(mailto:Poetasamigos@sapo.pt)


De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2005 às 04:06
Gostei imenso da imagem de uma noite cheia de lume. Vou inventar uma dessas para mim :) Beijo grande, pintor de sorrisos :)Carla
(http://papoilasdoces.blogs.sapo.pt)
(mailto:cferreirapedro@sapo.pt)


De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2005 às 00:21
Obrigado pela visita la meu meu cantinho onde o seu comentario foi : :-) .. so queria explicar que esta SAUDADE é do meu pai que falaeceu ha pouco tempo... as pessoas confundem, mas eu tb nao precisava explicar.. Saudade é saude e pronto!lina
(http://acordomar.blogs.sapo.pt)
(mailto:linahopes@msn.com)


Comentar post


. ver perfil

. seguir perfil

. 11 seguidores

.pesquisar

 

.Novembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
13
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30


.links

.posts recentes

. Chá de hibisco ( III )

. Chá de hibisco ( II )

. Chá de hibisco ( I )

. Família feliz

. A caminho do mar

. O Vermelho da Rosa

. O Vulcão das Metáforas

. Todas as Palavras (VII)

. Todas as Palavras (VI)

. Todas as Palvras ( V )

. Toda as Palavras ( IV )

. Todas as Palavras ( III )

. Todas as Palavras ( II )

. Todas as Palavras ( I )

. Chegou o calor.

. Aplausos e pateadas!

. Loucura

. Falta de fé!

. Um novelo uma Rosa

. Onde fica?

.arquivos

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Agosto 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Março 2017

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Abril 2016

. Janeiro 2016

. Outubro 2015

. Agosto 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Dezembro 2014

. Outubro 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Agosto 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Dezembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Setembro 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Dezembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Maio 2009

. Março 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

.tags

. todas as tags

Number of online users in last 3 minutes
Locations of visitors to this page
SAPO Blogs

.subscrever feeds